Tributo ASBIA 2022 homenageia Embrapa Gado de Corte

Honraria foi entregue a chefe-geral da unidade da Embrapa, com destaque para as iniciativas de desenvolvimento sustentável promovidas pela entidade

O grande homenageado da 7ª edição do Tributo da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA), realizada nesta terça-feira (3), foi a Embrapa Gado de Corte. A cerimônia, realizada na sede da associação em Uberaba (MG), destacou as realizações, os projetos e o trabalho desenvolvido pela entidade dentro do viés da sustentabilidade, tema principal da edição do Tributo.

A escolha da instituição homenageada partiu de indicações realizadas pelos associados da ASBIA e, posteriormente, de votação da diretoria. A Embrapa Gado de Corte concorreu com Dr. Fernando Penteado Cardoso (in memoriam), renomado engenheiro agrônomo, empresário e filantropo brasileiro e o movimento Liga do Araguaia, grupo que defende a adoção de práticas de intensificação sustentável da pecuária de corte.

Na cerimônia de homenagem, a Embrapa Gado de Corte foi evidenciada como um dos expoentes do agronegócio sustentável, tendo em vista a viabilização de soluções tecnológicas sustentáveis em diversas áreas para a cadeia produtiva da pecuária de corte brasileira.

De acordo com Márcio Nery, Presidente da ASBIA, a honraria representa a evolução da sustentabilidade agro brasileira e marca um momento de reintegração para a associação. “Depois de dois anos ausentes, por motivos que todos sabemos, a gente pôde retomar o Tributo ASBIA. Ficamos muito satisfeitos de, através da associação, reconhecer a Embrapa Gado de Corte pelo trabalho de quase cinco décadas. Todos os presentes puderam ver que, há 12 anos, a Embrapa já estava preocupada em neutralizar a pegada de carbono da pecuária. É um justo e merecido prêmio concedido a essa entidade”, pontua.

Líderes de diversas empresas que integram o elo das cadeias produtivas de corte e leite, prestigiaram o evento e acompanharam a entrega do Tributo. Durante a cerimônia, um vídeo celebratório foi apresentado, enfatizando a importância da unidade homenageada para o agronegócio sustentável. Quem recebeu a honraria e representou a Embrapa Gado de Corte foi o chefe-geral da entidade, Antônio Rosa.

“É uma honra muito grande para nós. Isso demonstra que, apesar das dificuldades que nós enfrentamos como a instituição pública que somos, a gente está no caminho certo. Nossa missão é dar resposta à cadeia produtiva, então é sinal de que a estamos cumprindo. Felizmente, o Brasil conseguiu uma evolução muito grande no setor da produção de alimentos, de maneira que esse também é um momento de celebração, uma festa de parceiros, comemorando o progresso que a agropecuária teve no Brasil”, reflete Antônio.

Segundo Cristiano Botelho, Gerente Executivo da ASBIA, a 7ª edição da honraria superou as expectativas. “Considero que o Tributo 2022 foi um sucesso total. A homenagem foi muito representativa. Pela história que escutamos aqui e pelo que conhecemos da Embrapa, ela realmente cumpre os três pilares da sustentabilidade, que é o prêmio máximo e o título do Tributo esse ano. Dentro de tudo que estamos passando no mercado da evolução, perante a necessidade de alimentar o mundo, precisamos ter várias Embrapas, ajudando o produtor e conscientizando o consumidor”, conclui.