CRI lança avaliação de reprodutores

Com o catálogo de reprodutores de fevereiro, a Cooperative Resources International (CRI) apresenta uma avaliação de reprodutores quanto à concepção. Trata-se do CRI SynchSmart, uma nova ferramenta para o manejo reprodutivo, classificando os reprodutores quanto à sua capacidade de concepção em fêmeas sincronizadas ou fêmeas que receberam tratamentos hormonais para induzir a ovulação (IATF – Inseminação Artificial em Tempo Fixo).

Tal avaliação, disponível exclusivamente por meio da CRI, mostra a diferença em desempenho na concepção esperada do reprodutor. Os valores do SynchSmart indicam a alteração esperada na taxa de concepção quando um determinado reprodutor é usado em fêmeas sincronizadas.

As pesquisas da CRI mostram que cada aumento de um ponto no SynchSmart ou um por cento de aumento na taxa de concepção vale U$5 por unidade de sêmem adquirida. As avaliações são resultado de dados reais de inseminações, que mostraram diferenças efetivas entre reprodutores.

Os resultados da Classificação SynchSmart foram confirmados pela análise de inseminações ocorridas, registradas em sistemas de manejo nas próprias fazendas. Diariamente, mais de 400 inseminadores CRI nos EUA registram um total de aproximadamente 5.000 inseminações. A análise estatística dos registros e a análise das inseminações ocorridas nas propriedades confirmaram que touros com classificação SynchSmart mais alta produzem mais gestações quando utilizados em fêmeas sincronizadas.