A ASBIA recomenda o uso de seu Código de Raças, o qual segue o mesmo padrão de centrais produtoras na Europa e América do Norte (NAAB).

Esta codificação unificada facilita o reconhecimento de raças e documentação, facilitando a comunicação com o usuário da inseminação artificial.

Clique aqui e veja a lista atualizada de siglas de raças.