Qualidade do Sêmen
A ASBIA Associação Brasileira de Inseminação Artificial é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 26 de novembro de 1974, que congrega as empresas que se dedicam ao fomento da inseminação artificial, distribuição de sêmen, materiais, equipamentos e outros produtos ligados à reprodução animal.
Seus objetivos são difundir e fomentar o uso da técnica, promover o aperfeiçoamento e desenvolvimento do setor através da utilização de novas tecnologias, ampliar o mercado, assistir aos associados em todos os interesses comuns e promover o melhoramento dos rebanhos de corte e leite brasileiros.
Este informativo tem como meta esclarecer e orientar os clientes das centrais de inseminação associadas a ASBIA sobre os procedimentos e a tecnologia de produção de sêmen adotada por estas empresas para produzirem um produto dentro dos mais altos padrões de qualidade.

Vantagens da Inseminação Artificial

1. Melhoramento genético rápido e eficiente, proporcionando aumento da produtividade a cada geração;
2. Proporcionar acasalamentos genéticos utilizando o melhor touro para cada situação;
3. Possibilitar o cruzamento entre raças;
4. Uso de touros provados superiores para produção de leite e carne;
5. Controle de doenças transmissíveis através da monta natural;
6. Prevenção de acidentes que podem ocorrer com vacas e principalmente com novilhas quando o touro é muito pesado;
7. Prevenção de acidentes com funcionários, familiares ou visitantes da propriedade devido ao comportamento agressivo de alguns touros;
8. Uso de touros com problemas adquiridos e impossibilitados de efetuarem a monta ou após sua morte;
9. Aumento do número de descendentes de um reprodutor;
10. Padronização do rebanho facilitando a comercialização dos lotes;
11. Melhor controle zootécnico do rebanho.

Informações sanitárias e de tecnologia do sêmen

1) Controle Sanitário
Todos os reprodutores são submetidos a um período de quarentena antes de ingressarem na central de coleta de sêmen. Durante este período são realizados os seguintes exames sanitários:

2) Rotina de Laboratório

As empresas associadas a ASBIA cumprem a risca todas as exigências do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento descritas no quadro abaixo.
É importante lembrar que todos os procedimentos adotados pelas empresas tem como finalidade a produção de um sêmen dentro dos mais altos padrões de qualidade sanitária e de fertilidade.

Fatores que afetam os resultados da IA:

Manuseio Adequado do Sêmen:
É muito importante que o sêmen seja manuseado sempre abaixo da boca do botijão, nunca expondo as palhetas à temperatura ambiente.
Estresse nas Matrizes:
Qualquer alteração na rotina dos animais (temperatura, alimentação, dor, etc) provoca um desequilíbrio no organismo alterando as taxas de concepção.
Descongelamento Adequado do Sêmen:
O descongelamento inadequado do sêmen prejudica sensivelmente a recuperação do espermatozóide. Lembramos que nossas empresas garantem a qualidade do sêmen seguindo rigorosamente o descongelamento para palhetas médias e finas em água morna em temperatura de 35-37 ° C por aproximadamente 30 segundos.
Mão-de-obra:
É recomendado que o inseminador revise todo o processo de inseminação num período de 2 a 3 anos, pois estes profissionais tendem a alterar alguns procedimentos com o passar do tempo. Portanto, além do treinamento adequado, é importante que os inseminadores participem de programas de reciclagem.
Higiene:
Talvez seja o item mais difícil de se ensinar, pois faz parte da educação da pessoa, mas é de fundamental importância em todas as etapas do processo de inseminação.
Instalações:
Não são necessárias instalações luxuosas, mas sim práticas e funcionais.
Manejo da Fazenda:
Alimentação, mineralização, vermifugação e vacinação contribuem para uma boa fertilidade do rebanho.
Problemas Clínicos:
Surtos de IBR, BVD e Leptospirose reduzem bastante os índices de prenhez no plantel. Cuidado com a aquisição de sêmen produzido clandestinamente em fazendas sem o devido controle sanitário.
Falta de Nitrogênio:
O sêmen não tem prazo de validade, mas é muito importante que seja permanentemente mantido sob refrigeração com nitrogênio líquido em nível adequado (mínimo de 15 cm).
Problemas Ginecológicos:
Antes de se iniciar qualquer estação de monta é necessário que o veterinário realize uma avaliação ginecológica nas vacas para que possamos detectar problemas como cistos ovarianos, ovários afuncionais e processos inflamatórios os quais interferem nos resultados de IA.
Detecção de Cio Inadequada:
Existem cios falsos, curtos ou com alterações como corrimentos purulentos ou sanguinolentos que vão interferir nos resultados. Rufião com buçal marcador e métodos eletrônicos de detecção facilitam e aumentam a eficiência do processo de IA.
Horário da Inseminação:
Sabendo que o horário de ovulação da vaca em média ocorre 12 horas após o término dos sinais característicos de cio devemos sempre programar 2 inseminações ao dia que coincidam com este período. As vacas em cio pela manhã devem ser inseminadas no final tarde do mesmo dia e as vacas em cio no final da tarde devem ser inseminadas no início da manhã do dia seguinte.
Falta de Assistência Técnica:
Uma assistência permanente auxilia a solução de problemas no manejo que irão interferir nos índices de prenhez.
São necessários alguns parâmetros para avaliação da eficiência e produtividade de uma fazenda:

Adquira semen somente de empresas associadas a ASBIA.
É sua melhor garantia quanto a qualidade do material genético que estará adquirindo.